sábado, 8 de novembro de 2008

NOS ACORDES DO MEU PRANTO

Nos acordes do meu pranto
sentida emoção transmito
aos que no mundo me superam
vendo em mim, o que neles
eu não vejo.
Ás ruas da minha vida
onde me sento e me exponho
empresto um pouco de cor.
Não é branca, nem vermelha
amarela, ou outra qualquer.
É apenas a cor de mim
a vida que ninguém quer.
Nos acordes do meu pranto
neste viver solitário,
na escuridão do meu canto
estendo-te a mão, sê solidário.

2 comentários:

coração de açucar disse...

É apenas a cor de mim.....muito lindo.

Clara Gomes disse...

A máquina disparou, as palavras foram escritas...o sentimento é o mesmo.
" muito lindo coração"