terça-feira, 25 de novembro de 2008

O AMIGO VENTO DAQUELES TEMPOS



Era, em 1972, Demis Roussous, o grande cantor romântico, pois os anos 70 eram uma época de contestação, mas também de romantismo. E em Coimbra proliferavam imensos gira-discos, que, aos fins-de-semana, incansavelmente, melodiavam a voz do Demis.
No meu muito particular universo dos estudantes do Liceu D. João III (liceu macuslino), as nossas baterias estavam sempre centradas no D. Maria (liceu feminino). E nós porque gostávamos delas e elas de nós, promoviamos os encontros em forma de bailes particulares. Foi uma moda graciosa, amorosa, essa. Decerto que hoje, em Coimbra, homens e mulheres, que rondem a minha idade, guardarão na sua memória momentos inolvidáveis como esses.
A Couraça dos Apóstolos, a Rua dos Esteireiros (à Igreja de S. Bartolomeu), a Rua Luís de Camões, aos Olivais (a minha casa), a Rua de Sub-Ribas (ao quebra-costas), foram alguns dos pontos eleitos pelo meu numeroso grupo, onde se passaram tardes deliciosas, que pecavam por serem demasiado curtas.
My Friend the Wind electrizava os nossos jovens corações apaixonados.

5 comentários:

Xupaulo disse...

Cao Poeta
É de facto um grande cantor. Ainda me lembro, na minha infância vivida em França com os meus pais na década de 70, da sua voz aguda e das suas músicas româmticas, ouvidas nos discos de vinil a 45 rotações e em programas televisivos. Era um artista admirado pelos franceses e caso não saibas, tinha muitas músicas cantadas na língua gaulesa.
Ai se eu tivesse 10 anos novamente.......

Abraço

carlos disse...

nao sei onde foste descubrir isto, talvez no youtube, mas o som lembrou-me de velhos tempos. Tens que acabar com esta nostalgia.

Carlos

poeta do penedo disse...

Carlos
não posso acabar com a nostalgia, quando dela obtenho coisas bonitas, como são as boas recordações.
Recordar é viver. Dou muita importância ao meu passado.

Monteiro disse...

cARO AMIGO, EU ESTOU COMO O XUPAULO, TAMBEM ME LEMBRO PERFEITAMENTE DO DEMIS, CURIOSAMENTE TAMBEM PASSEI PARTE DA MINHA INFÃNCIA EM FRANÇA E NAQUYELE TEMPO OUVIA-SE DEMIS ROUSSOS A TODA A HORA, E A MUSICA FICAVA NOS OUVIDOS E ATÉ ACABOU POR FICAR NA MEMÓRIA.
UMA QUE PARTICULARMENTE ME AGRADA É ESTA, AGRADECIA QUE A OUVISSES É LINDISSIMA, OS GOSTOS SÃO TERRIVEIS NÃO ACHAS??'
COPIA O LINK E OUVE COM O VOLUME BAIXO E UMA LUZ TENUA.


http://video.google.com/videoplay?docid=2814646160856217971&ei=A786SZejApHYiAKZz_GsCQ&q=DEMIS+ROUSSOS&hl=pt-PT

poeta do penedo disse...

Na verdade, meus caros amigos xupaulo e monteiro, eu não fazia ideia que Demis Roussos tivesse sido tão famoso em França, cantando em françês. Nesse tempo existia na rádio uma rúbrica que era«Quando o telefone toca», em que os ouvintes pediam que fosse passado este ou aquele disco, deste ou daquele cantor. E um dia, e isso ganhou fama no país, um ouvinte pediu um disco do Dez Mil Russos. Foi hilariante.
monteiro, copiei o link (que me deu uma trabalheira danada) e saiu-me uma batata, pois o google disse que o vídeo não estava disponível.

Aos dois com um grande abraço.